Camané
Praça do Marquês de Pombal

Com o novo álbum Horas Vazias a voz de Camané enriqueceu-se, aperfeiçoou-se, tornou-se mais solta mas também mais funda. Se o norte da sua arte continua a ser “entregar as palavras”, como sempre gostou de dizer – a maneira como a voz transporta e comunica a emoção que se esconde por trás de um poema – agora Camané entrega as palavras como nunca o fez antes.