Leira – Nova Galega de Danza
Baixa de Santo António

O corpo e a terra estreitam laços neste espetáculo de dança e música que nos transporta para a dura beleza do trabalho do campo. A mulher no centro desta ligação telúrica. O dia e a noite, dia após dia repetidos numa sucessão interminável de estações. O sol e a chuva, o vento gelado, as paisagens toscas habitadas apenas por uma coreografia de elementos agrícolas, de corpos que carregam e arrastam, que dançam entre os sulcos arados na terra.